quarta-feira, 23 de março de 2011

1ª Parte

O Encontro


Era a época de preparar a Ilha da Fantasia para a famosa Temporada de Verão.

O trabalho fervia entre arquitetos, operários, artistas, paisagistas e glamurosos.

Elas ainda não se conheciam, quando foram convidadas para contribuírem com suas artes em espaços diferentes.

Uma dominava grandes áreas planas com texturas, pinturas especiais e decorativas.
A outra trabalhava sua criatividade nas três dimensões, tecendo materiais e técnicas diversas.

As Duas dedicavam-se às suas tarefas, cada uma se esmeravam para obter o melhor resultado.
Os espaços possuíam personalidades próprias, definidas pela intenção do uso.

A cultuadora de Deuses homenageou um Budha de Pedra
com muitas flores, cristais e símbolos.
Espelhos decorados captavam o sereno verde-mar transformando o pequeno deck num recanto de Paz e Meditação Zen.

Ao decidir que já estava concluído o trabalho, ela saiu caminhando
pela ilha para conhecer os outros ambientes.

Deteve-se num agradável terraço que se debruçava sobre o mar,
protegido por cortinas esvoaçantes e toldos brancos,
tendo alvos sofás distribuídos preguiçosamente pelo espaço.
Passeou o olhar em cada detalhe até que se deteve
na enorme parede azul
que estava sendo coberta por libélulas e borboletas.

A adoradora de cores e flores foi atraída pela visão
como a abelha é atraída pelo néctar.

Uma Fazedora de Asas Coloridas dava as últimas pinceladas.
E não percebeu a visitante, que em silenciosa admiração observava
os movimentos das suas mãos conduzindo pincéis como varinhas mágicas, fazendo aparecer multicoloridas borboletas e libélulas no azul.

E por uma fração de tempo o Caminho da Adoradora de Flores e Cores cruzou com o da Fazedora de Asas Coloridas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário